Notícias
Notícia:

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Experiência prática: relatórios garantem o acompanhamento do progresso dos alunos e a melhoria dos cursos

Recursos de gestão educacional permitem ao professor oferecer melhor acolhimento aos estudantes. Veja a experiência da Unidade Curricular 21 FMUSP (Discussão Integrada de Casos)

A plataforma digital Inovalab MedUSP disponibiliza aos professores da Faculdade de Medicina da USP módulos especialmente desenvolvidos para facilitar a gestão das atividades educacionais de cada disciplina. Os relatórios, de fácil entendimento (gráficos e tabelas), fornecem informações que possibilitam a rápida identificação dos alunos que precisam de um reforço nas orientações para melhor aproveitamento do curso.

A Unidade Curricular 21 FMUSP (Discussão Integrada de Casos – MSP 4211), tem inovado ao aproveitar todas as ferramentas disponíveis na plataforma, desenvolvidas pela Disciplina de Telemedicina do Departamento de Patologia da FMUSP. A experiência pessoal da professora do Departamento de Clínica Médica e coordenadora da UC21, Maria Lucia Bueno Garcia, é um exemplo da importância desse suporte aos professores, para acompanhamento do progresso educacional individual e coletivo. Os dados obtidos digitalmente vêm permitindo a melhoria do curso e também a identificação daqueles alunos que apresentam dificuldades no aprendizado e necessitam de atenção especial por parte dos professores e da instituição.

Benefícios dos recursos de gestão educacional

De acordo com a professora Maria Lucia, a MedUSP Digital proporciona uma visão completa do andamento do curso, de maneira rápida e eficaz, sem a necessidade de o professor dispender tempo para correção manual. “Como os resultados das provas e testes com respostas objetivas são disponibilizados imediatamente depois da postagem do aluno, podemos reconhecer precocemente o grau de dificuldade de cada pergunta e de cada graduando perante o conteúdo. Isso não seria possível sem a plataforma”, explica a professora. “Dessa forma, atitudes podem ser tomadas, também precocemente, em relação ao aprendizado do aluno e à melhoria do curso antes mesmo do término da disciplina”, conclui.

A MedUSP Digital viabiliza a inserção, por parte dos graduandos, de relatórios semanais, individuais e em grupo. “O trabalho interativo frequente mantém a matéria em dia, facilitando a sedimentação progressiva do conteúdo e criando curiosidade pelo que virá a seguir”, salienta a professora Maria Lucia. “A plataforma propicia esse aprendizado baseado em equipe e em grandes grupos, necessitando de um menor número de docentes” (Team-based learning).

Acolhimento ao aluno

Os dados fornecidos pela MedUSP Digital permitem saber, entre outras informações, quem acessa a plataforma e com qual frequência, a qualidade do trabalho (através das notas das provas e relatórios) e a avaliação do curso. No caso da UC21 FMUSP, esse resultado é obtido por meio do desempenho dos alunos e de um mini fórum preenchido por eles ao término de cada módulo. Além do aprimoramento do curso, o cruzamento desses dados leva à identificação do aluno que está em descompasso em relação aos demais. “Com essa evidência, convocamos o aluno para uma reunião pessoal com a coordenação, para conversarmos sobre o problema e como podemos, ele e nós, resolvê-lo”, afirma Maria Lucia.

Os problemas citados pelo aluno podem originar-se no conteúdo do curso, no professor, na adaptação à universidade, em questões sociais, econômicas e comportamentais do graduando ou mesmo em doenças, sejam orgânicas ou psíquicas. “Esse diagnóstico precoce, facilitado pela plataforma educacional, pode colaborar para condução e solução de um problema, prevenindo consequências mais deletérias para alunos e professores”, assegura a professora.

Envie esta notícia para um amigo
Seu Nome:
Seu e-mail:

Informações do destinatário
Nome do amigo:
E-mail do amigo:
Mensagem:
Ambiente Educacional de Aprendizagem provido pela Disciplina de Telemedicina do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo